top of page
Buscar
  • Foto do escritorCarolina Cohen

Postos de saúde poderão ter cardiologistas e outros especialistas

As Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do SUS, que têm como foco o atendimento generalista com médicos e equipes de saúde da família, poderão oferecer a partir de agora também consultas com especialistas como infectologistas, cardiologistas e dermatologistas, informou o Estado de S. Paulo.


A mudança está prevista em uma portaria publicada pelo Ministério da Saúde na noite desta segunda-feira, 22, que define novas regras para financiamento e funcionamento das equipes multiprofissionais na atenção primária à saúde (APS). A norma volta a prever financiamento federal específico para essas equipes (R$ 870 milhões em 2023) e amplia a lista de especialistas que podem ser custeados com a verba federal.


Até agora, as equipes multiprofissionais podiam ser formadas por profissionais de saúde como psicólogos, fisioterapeutas, nutricionistas e terapeutas ocupacionais e por médicos como geriatras, pediatras e psiquiatras.


Com a nova portaria, o ministério abre a possibilidade de oferecer na atenção básica consultas também com cinco novos tipos de especialistas médicos: infectologistas, cardiologistas, dermatologistas, endocrinologistas e hansenólogos (veja lista completa de profissionais ao final do texto). “Essas especialidades foram escolhidas por tratarem problemas mais frequentes na população. Cada gestor poderá escolher ter as especialidades que fazem mais sentido para a sua população”, disse ao Estadão Nésio Fernandes, secretário de Atenção Primária à Saúde do ministério.


Para acessar a matéria completa, clique aqui.

3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page